Conforme a BNCC, a educação socioemocional agora é obrigatória em todas as escolas

Entenda mais sobre o documento do MEC e saiba como o método Super Cérebro desenvolve as competências socioemocionais

Pela primeira vez na história, todas as escolas brasileiras – públicas e particulares – terão uma base curricular comum. Essa padronização está prevista na Constituição Federal e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB – Lei nº 9.394/1996) mas só agora será colocada em prática, por meio da Base Nacional Comum Curricular – BNCC. A BNCC é um documento normativo que prevê as aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo da educação básica.

As escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental tiveram dois anos para ajustar os programas. A partir do ano letivo de 2020 os currículos de toda a educação básica precisam prever as competências e habilidades descritas no documento da BNCC. Isso não quer dizer que todas as escolas terão um currículo único, mas sim que a BNCC determina uma base sobre a qual serão desenvolvidos os currículos, com espaço para flexibilização e regionalização.

Competências gerais

Na BNCC estão listadas 10 competências gerais da educação básica. O documento estabelece conhecimentos e habilidades que se espera que os estudantes desenvolvam: a orientação nacional é indicar o que os alunos devem “saber” e, sobretudo, o que devem “saber fazer”. As competências gerais são um fio condutor, e precisam ser tratadas de forma transdisciplinar dentro da escola. Isso significa que as competências não são disciplinas, mas devem estar presentes em todas as áreas do conhecimento e etapas da educação.

Educação Socioemocional

O documento da BNCC indica que as escolas precisam promover o desenvolvimento integral do aluno, trabalhando não só o aspecto intelectual, mas também o físico, o social, o emocional e o cultural. Diversas competências do documento estão relacionadas ao desenvolvimento socioemocional. Isso porque as competências socioemocionais são, segundo o Fórum Econômico Mundial, essenciais para que o profissional do futuro tenha destaque na era da Indústria 4.0 ou da Quarta Revolução Industrial.

Desenvolva competências socioemocionais na academia do cérebro!

As competências socioemocionais serão trabalhadas no currículo escolar a partir de 2020, de maneira transdisciplinar, e podem ser ainda mais estimuladas por meio do método Super Cérebro. O método, desenvolvido com o conceito de academia do cérebro, utiliza ferramentas inovadoras e exclusivas como o Soroban (ábaco japonês), jogos internacionais premiados e desafios criativos para desenvolver novas formas de pensar e, ainda, estimular a mente. Venha conhecer! Entre em contato com a unidade mais próxima e agende uma SUPER aula experimental.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s